Loading…

Notícias

Braga recebeu a visita do Embaixador da Suíça em Portugal

O Embaixador da Suíça em Portugal esteve, ao longo do dia de hoje, a visitar a cidade de Braga, com o intuito de conhecer o potencial económico da região e avaliar potenciais possibilidades de parceria e investimento. A iniciativa foi promovida pela InvestBraga e enquadra-se no âmbito da estratégia de Diplomacia Económica traçada para o desenvolvimento económico de região, com o intuito de colocar Braga nos radares de investimento nacional e internacional.

Lorenzo Schnyder von Wartensee iniciou a visita na Startup Braga, onde ficou a conhecer algumas das startups de base tecnológica lá apoiadas, assim como as iniciativas da aceleradora. Após a visita, e ainda nas instalações da Startup Braga, o Embaixador reuniu com os responsáveis da InvestBraga, com o intuito de avaliar possibilidade de investimento e possíveis eixos de parceria entre a Suíça e Braga.

Carlos Oliveira destacou a visita às startups como “uma oportunidade para mostrar o valor e potencial de sucesso dos projetos empreendedores que estão a ser fomentados”, acrescentando que “as visitas são uma forma de dar a conhecer os empreendedores e empresários da região, para que estes despertem o interesse dos investidores internacionais”.

No final da manhã a agenda prosseguiu na Reitoria da Universidade do Minho, na qual o Embaixador teve oportunidade de conhecer a instituição de ensino e reunir com o Vice-Reitor, Rui Vieira Castro.

Já da parte da tarde, a visita prosseguiu no Palácio do Raio, no Centro Interpretativo de Memórias da Misericórdia de Braga. Por fim, Lorenzo Schnyder von Wartensee foi recebido na Câmara Municipal de Braga para um momento solene, com a Presença de Ricardo Rio, Presidente da CMBraga, e de Carlos Oliveira, Presidente da InvestBraga.

No final da visita, o Embaixador da Suíça em Portugal mostrou-se impressionado com a cidade, avançando que “há possibilidades de cooperação entre a universidade do Minho e a Startup Braga com universidades e grupos de empreendedores da Suíça”, sublinhando também as “muitas possibilidades na área do turismo”.